Pular para o conteúdo principal

Quando se sabe que pode dançar na sapatilha de ponta ?

Dançar na ponta é um objetivo importante para uma bailarina de ballet clássico, muitas vezes comprar uma sapatilha de ponta porque o professor pediu pode ser um disperdício. Então leia essas 5 dicas e saiba se você está mesmo preparada para dançar na ponta

dica nº 1
Ter idade para "entrar" nas pontas!A idade ideal para começar a trabalhar nas pontas é controversa. Muitos especialistas acreditam que um bailarino pode começar a dançar na ponta, com pelo menos 9 ou 10 anos de idade. Alguns professores não atribuem um número a todos, eles simplesmente confiam na habilidade da bailarina. No entanto, o crescimento e fortalecimento dos pés acontecem quando estão prestes a completar 11 anos de idade ou 12 anos, muitos concordam que o trabalho da ponta poderia ser introduzido nesse momento. Nunca tente dançar nas sapatilhas de pontas, sem um professor para te orientar, vai ser fácil de você se machucar.


dica nº 2
Quantos anos de formação nas pontas!Você não pode começar uma carreira no ballet já nas sapatilhas de pontas. A fim de ser capaz de dançar na ponta, um bailarino deve ter tempo para atingir a forma, força e alinhamento necessário para fazer uma transição bem sucedida para o trabalho a ponta. A técnica apropriada é necessária para poder usar os pés, sem riscos de lesão.


dica nº 3
Aulas de pontas!A fim de manter a boa técnica e a flexibilidade necessária para o trabalho das pontas, é necessário aulas de ballet pelo menos três vezes por semana. A aula deve seguir como aula normal, talvez, prorrogar o tempo de aula por meia hora. Isso garante que todo o corpo, especialmente nos pés e tornozelos, são devidamente aquecidos.


dica nº 4
Preparação física para dançar nas pontas!Todas as bailarinas deverão ser avaliadas pelo seu professor de ballet para determinar se elas estão fisicamente prontas para atender as exigências do trabalho nas pontas. O professor deve verificar a posição correta do corpo e alinhamento, a afluência suficiente, força e equilíbrio, e domínio das técnicas básicas do ballet.


dica nº 5
Maturidade Emocional para o trabalho nas pontas!O trabalho nas pontas é trabalho duro. As aulas com as sapatilhas de pontas serão mais exigentes para o seu corpo, especialmente para os seus pés. Você está preparado para sofrer com os pés doloridos e bolhas ocasionais? Além disso, as sapatilhas de pontas são complicadas e exigem um certo nível de responsabilidade de mantê-las. Você deve aprender a maneira correta de colocá-las em seus pés e amarrá-las em seus tornozelos. Você também deve cuidar delas corretamente para mantê-las em bom estado. Além disso, você está pronta para dedicar pelo menos três horas por semana para aulas de ballet? Escolher dançar na ponta é uma decisão que deve ser levada a sério!









                                                                                                        

Comentários

  1. beem.. faz mais ou menos um ano e meio , quase dois , que entrei na familia ballet do colegio farias brito sobralense , desde ai , eu era mais ligada só a dança mesmo , não pensava em ballet ainda , com o passar do tempo fui vendo que não existe coisa melhor que ballet , é algo pra mim que alivia , deixa leve e muito mais que isso , mim deixa de bem com a vida , de bem com o mundo , de bem com todos . Resumindo tudo , só pratíca esse esporte quem realmente gosta , pois não é moleza , é preciso concentração , disciplina , postura , delicadeza e ser muito responsável com qualquer papel que você vá fazer , do mesmo jeito falo sobre o teatro , que o mais importante é ter expressão corporal . Recomendo muito esse blog ,a todas os tipos de bailarinas , tantos iniciantes como as mais experientes , ele fala tuuuuuudo sobre ballet , é incrível , eu amo muito . deborah prado .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, é muito legal saber que o blog ajuda as pessoas !

      Excluir
  2. tipo assim eu comecei o ballet a 1 semana e minha professora disse:
    Eu vou tentar passar vcs para a ponta ainda esse ano
    e essa é minha duvida é possivel passa em um ano para a ponta?
    A aglum perigo?
    tenho 11 ano obg amo seu blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é perigoso sim, pois seu pé ainda não está firme, se você começar a pisar errado na ponta, será muito difícil pisar certo algum dia

      Excluir
  3. eu so tenho 10 anos entao vai durar uns...........8ANOS que droga

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Brincadeiras para aula de Baby Class

Recursos Didáticos – Brincadeira é coisa séria! A brincadeira deve ser valorizada pois é através dela que se constrói os conceitos lógicos-matemáticos: quantidade, tamanho, distância, etc. A brincadeira diverte e educa através de jogos, dancinhas, concursos, grupinhos, histórias, etc.
1-Técnica Significa fazer bem feito o que aprendeu, libertando energia física e emocional. Deve ser considerada em último plano, pois é conseqüência do trabalho de base.Deve ser exigida somente a partir dos 9 anos mais ou menos.
2-Esquema corporal Ensinar as diferenças e a importância de cada parte do corpo, explicando que podemos mexer com os dedos sem mexer com as mãos etc. Ex: – as crianças sentadas no chão deverão mexer com cada parte de seu corpo independentemente, começando pelos dedos dos pés e ir subindo até tomar todo o corpo.
3-Ritmo/Musicalidade Cada criança tem um ritmo próprio que dever ser respeitado. O professor deve despertar a musicalidade utilizando a música durante as brincadeiras. Ex: – em roda…

Tenho 15 anos, posso começar o ballet nesta idade?

O ideal é começar mais nova porque o físico é mais fácil de ser trabalhado, mas em compensação com a sua idade a consciência corporal é muito melhor e você irá conseguir associar a técnica ao corpo mais rápido, principalmente se tiver certas facilidades como um bom pé, flexibilidade, força, boa memória e musicalidade. Ballet não é fácil e não é a idade que vai mudar isso, o importante é você fazer o que te realiza para que não se arrependa depois...se isso vai te fazer feliz, você enfrentará qualquer dificuldade com coragem e vai valorizar cada sacrifício necessário para ser uma boa bailarina...procure uma boa escola e a ajuda de um profissional para te orientar melhor...e espero que você consiga alcançar seus objetivos no ballet e na vida...!!!!

Quebrando a sapatilha de ponta

Você já deve ter ouvido falar que as bailarinas precisam quebrar suas sapatilhas pra poder dançar com elas, né? Mas afinal, por que quebrá-la? Quebrar uma sapatilha (nova) vai deixá-la mais confortável e mais fácil de subir. Quando uma bailarina quebra sua sapatilha, ela está, na verdade, moldando-a pra que fique no formato de seus pés. Lembrando que tudo começa com um par de sapatilhas que foram escolhidas especificamente e unicamente pro uso de uma bailarina. Na ora de comprar e fazer seu fitting, dê preferência a quem entende e tem experiência no ramo, pois se você começa com um número errado, pra acertar depois fica difícil. E se você já comprou a sua então aqui vão algumas dicas pra te ajudar a quebrá-las e amaciá-las! Amacie a box. Massageie gentilmente as laterais, pressionado pra baixo, como se você quisesse amassá-la. Use as mãos, hein? Seu pé pode danificar a box! Algumas bailarinas amaciam a box ficando em cima dela ou batendo com um martelo ou imprensando na porta. Esse proced…