Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2011

Balleto

Esta é uma marca brasileira, presente em vários festivais com seus estandes. Possui produtos bem interessantes, como a "pirueteira" e a "chinerina", as sapatilhas são ótimas para quem não tem muita força nos pés, pois possuem uma palmilha bastante flexível, até mesmo as reforçadas. Ficam bonitas nos pés por serem delicadas e bem acabadas. Porém depois de quebrada a ponta fica realmente muito feia. Enfim, é a sapatilha adequada para quem tem pouca força ou  para quem está começando a usar pontas.
Modelo Russo
Para todos os tipos de pé, sua gáspea baixa valoriza bastante o colo do pé.


Modelo Inês
Adequado para pés delicados e estreitos.


Modelo Julie
Pés com largura normal
Modelo Luise
Ideal para pés largos
Modelo Italiano
Para quem tem bastante colo de pé

Como Escolher Uma Sapatilha Ideal

Uma sapatilha de ponta não pode ser ajustada como um sapato de rua. Pois estes são ajustados de forma a ficar espaçosos e confortáveis, freqüentemente com "espaço para crescer". Isto é desastroso em uma sapatilha. Uma sapatilha de ponta deve ajustar o pé como uma boa luva de couro: ajustada, mas com suficiente espaço para permitir que os pés do bailarino deitem na superfície e trabalhem corretamente. Para verificar o ajustamento, aqui vão alguns passos a ser seguidos ao experimentar uma sapatilha nova:
1. Plié em segunda posição.
            Permaneça em segunda posição e faça um grand plié. Isto colocará seu pé em sua posição mais longa - como na aterrissagem de um grande salto. O grand plié deve ser mais baixo que o normalmente feito em sala de aula. Para este ajuste, não esteja preocupado com aparência ou técnica perfeita. Se seus dedões do pé estão apenas tocando o fim da caixa, sem senti-los esmagados ou com dor, então o comprimento está correto. Se seus dedões do pé não …

Papéis de Parede

Clique na imagem para aumentar e depois clique "Salvar imagem como", entre no álbum onde está a foto e em "Definir como plano de fundo"




800x600 - 1024x768
800x600 - 1024x768
800x600 1024x768
800x600 - 1024x768
800x600 - 1024x768
800x600 - 1024x768
-
-
-
-
-
-

Frases

"Bailarina tem que melhorar tudo sempre
(Ana Botafogo) "Nós podemos definir a dança como expressão de sentimentos através da movimentação."
(Andréa Thomioka) "Dançarinos são instrumentos, como um piano que o coreógrafo toca."
(Balanchine) "As vezes almoço uma feijoada em dias de solo."
(Cláudia Mota) "Procuro trabalhar força dinamicamente, compondo todo o movimento. Fluindo energia até a ponta dos dedos.
 Ocupando o espaço sob todos os planos e níveis.Bailarino não pode parar."
(Deborah Colker) "Se a dança for certa não deve haver um único movimento desnecessário."
(Fred Astaire) "Habituado a vastidão das nossas extensões, o corpo brasileiro sabe que só pode produzir dança brasileira no plural. E que a sua singularidade vem justamente dai."
(Helena Katz) "Meu corpo é o templo da minha arte. Eu exponho-o como altar para  adoração da beleza."
(Isadora Duncan) "O bailarino tem que sair do estúdio e ir ver como as pes…

Estilos

Estilos de Ballet
O Ballet Romântico é um dos mais antigos e que se consolidaram mais cedo na história do Ballet. Esse tipo de dança atraiu muitas pessoas na época devido o Movimento Romântico Literário que ocorria na Europa na primeira metade do século XIV, já que se adequava à realidade da época, pois antes as pessoas diziam que não gostavam de Ballet porque não mostrava nada do real. Os balés que seguem a linha do Romântico pregam a magia, a delicadeza de movimentos, onde a moça protagonista é sempre frágil, delicada e apaixonada. Nesses Ballets se usam os chamados tutus românticos, saias mais longas que o tutu prato. Estas saias de tule com adornos são geralmente floridas, lembrando moças do campo. Como exemplos de Ballets Românticos podemos citar 'Giselle', 'La Fille Mal Gardée' e 'La Sylphide'.

O Ballet Clássico, ou Dança Clássica, surgiu numa época de intrigas entre os Ballets Russo e Italiano, que disputavam o título de melhor técnica do mundo. Sua princi…

O Coque

O cabelo bem preso é essencial para o bom desenvolvimento dos exercícios durante aulas e ensaios. A bailarina deve estar concentrada na dança, nos exercícios, no seu corpo, e não preocupada em arrumar o cabelo ou tirar a franja do olho. Para isso, precisamos de liga de cabelo, grampos, uma redinha e gel, no caso das apresentações.  Faça um rabo de cavalo bem puxado. Ele pode ser: baixo (três dedos acima da nuca); médio (na reta da orelha); alto (três dedos acima da reta da orelha). Se você tem cabelo muito cheio, divida o rabo em dois.  Torça as duas partes do cabelo ou o cabelo todo, e vá enrolando o cabelo torcido em volta da liga do rabo de cavalo. Depois de enrolar a primeira parte de cabelo torcido, prenda-a com grampos e enrole a segunda por fora da primeira, de modo que o coque fique "espalhado" na cabeça. Coloque a redinha e prenda-a com grampos nos cantos do coque, e não no meio dele, para que os grampos não apareçam. Prenda a franja com um tic-tac (prendedor de cabelo) …

Truques de Maquiagem

Para que a sua maquiagem dure muito mais tempo e fique sempre perfeita, siga as seguintes dicas: - Antes de iniciar a maquiagem, você deve limpar, tonificar e hidratar a pele;
- Uma boa opção para aumentar a durabilidade da sua maquiagem é passar soro fisiológico sobre a pele;
- Para quem tem pele oleosa, o ideal é utilizar produtos oil-free (sem óleo) e não comedogênicos (não obstrui os poros);
- Para aquelas pessoas que possuem a pele seca, é importante utilizar produtos que tenham ação hidratante;
- Se você deseja disfarçar as olheiras, aplique o corretivo um tom mais claro que o de sua pele;
- Uma base mais clara que a sua pele, aplicada no centro do nariz, fará com que ele pareça mais longo e afinado;
- Para suavizar o queixo duplo aplique uma base mais escura.
- Caso deseje suavizar olhos profundos, remova os pêlos da porção inferior das sobrancelhas.
- Ao aplicar o rímel, direcione o bastão para cima e para os lados.
- Se os seus olhos são muito juntos, comece a depilar as sobra…

Maquiagem de Palco

A distância entre a platéia e o palco geralmente prejudica a visão de nossas expressões faciais. Numa apresentação de dança, a expressão é importantíssima, como forma de transmitir qualquer sentimento ao expectador. A maquiagem de palco existe para isso e também para outros casos, quando pode chegar até a fazer parte do figurino. É importante, além de aprender, utilizar material de qualidade. A intenção da maquiagem de palco é abrir os olhos e realçar a expressão. Por isso, para cada tipo de olho (puxado, amendoado, redondo, caído) existe uma maquiagem ideal. Procure saber a forma mais adequada de fazer a sua maquiagem. E lembre-se que a prática irá aperfeiçoar sua maquiagem! 1. Espalhe pancake ou base (do tom da sua pele) por todo o rosto. Cuidado para o pescoço e o colo não ficarem com a cor diferente.
2. Contorne os olhos pelo lado de fora da pálpebra com um lápis ou delineador preto. O traço de cima nunca se encontra com o de baixo, e nos cantos de fora dos olhos alongue os dois tra…

Unhas Encravadas

O que são unhas encravadas?
A unhas podem encravar quando parte da unha empurra o canto do dedo do pé e geralmente as causas podem ser sapatos muito apertados. Quando uma unha encrava, o dedo torna-se sensível ao tato, vermelho e inchado.

Que cuidados devem ser tomados?
- Coloque o dedo de molho
Coloque o pé de molho durante 20 minutos duas vezes ao dia em água morna com um pouco de sabão bactericida. Enquanto o pé estiver de molho faça uma massagem sobre a parte inflamada da cutícula.

- Use uma pomada antibiótica.
Aplique a pomada antibiótica cinco ou seis vezes ao dia .

- Corte o canto da unha.
A dor é causada pela fricção da unha contra a cutícula exposta. O médico se encarregará de cortar este canto o que será preciso fazer apenas uma vez para facilitar o crescimento da unha sobre a cutícula ao invés de crescer enterrada nela. Ao colocar o pé de molho, procure dobrar o canto da unha para cima.

- Não use sapatos.
Calce sandálias ou fique descalço o máximo possível para evitar a pressã…

Bolhas

O que é bolha ?
            Acúmulo de fluido entre as camadas interna e externa da pele, devido ao excesso de fricção, uso de calçado apertados, queimaduras ocasionadas pelo frio, calor ou muito sol, doenças na pele, alergias e irritações na pele provocadas por agentes químicos.
            Existem vários motivos que, isolados ou combinados, proporcionam o aparecimento de bolhas. Os mais comuns são:
a) suor, que amolece a pele e a deixa mais sensível ao atrito;
b) desajuste das meias, causando uma fricção irregular entre meia e pele;
c) tomar banho quente antes de caminhar;
d) utilização de calçados inadequados e não impermeáveis; costuras ou protuberâncias internas do calçado.
            Evite furar as bolhas, pois isto aumenta a possibilidade de infecção. Não mexa na bolha por 24 horas, para permitir que ela cure por si só. Elas secarão e a pele se desprenderá em uma a duas semanas. Enquanto isto, proteja a área colocando um anteparo, com uma abertura no centro, sobre a bolha.
Cuidado:

Para Não Escorregar

Chão com linóleo - Utilizando um ralador, rale a ponteira e o solado da sapatilha. O ralador mais fino é o ideal. O ralador pode ser substituído pelas pontas de uma tesoura ou canivete, onde você deverá efetuar riscos na ponteira e no solado da sapatilha.

Chão com linóleo - Utilize coca-cola dissolvida com um pouco de água em um pano úmido e passe no palco antes da apresentação.

Chão de madeira - Respinge água no chão utilizando um regador ou algo que possa umedecer o chão sem deixá-lo alagado, pois água em excesso poderá ter o efeito ao contrário.


Evitando o Barulho

As sapatilhas novas, normalmente, fazem um ruído muito desagradável. Para espetáculos, os dançarinos devem acabar com o ruído das pontas, fazendo-as absolutamente silenciosas. Isto pode ser feito batendo a parte de baixo da caixa de encontro a uma parede, ou com um martelo.
É difícil dançar nas sapatilhas que têm a sola exterior grossa. As bordas desta sola podem ser chanfradas com uma faca, de modo que se ajustem ao cetim. Isto, geralmente, faz com que fique mais fácil subir na ponta, além de diminuir o barulho de quando são novas. Fonte: Dançando na rede

Limpeza

Faça uma mistura de "veja multi-uso" e "água" , diluindo um no outro , pegue uma escovinha(pode ser escova de dentes velha) e vá esfregando até ela ficar limpinha. Não fica nova , fica um pouquinho desbotada , mas é a dica que melhor funciona!!
 Pegue um paninho velho embebido em álcool e passe com carinho nas sapatilhas , elas ficam um pouquinho mais claras!!
 Esta dica não limpa , camufla a sujeira das sapatilhas , pegue "giz" de marcar roupa , rosa ou branco e passe até ficar uma cor homogênea . Lembrete , dá trabalho e tem que ser feita na hora do espetáculo!
Fonte: Balletromania

Amolecendo as Sapatilhas

A caixa da sapatilha (parte onde há o gesso) precisa ser "amassada" e moldada para encaixar-se à forma de seu pé. A sapatilha pode ser colocada no lado da dobradiça de uma porta resistente - entre a porta e sua moldura. A porta é então delicadamente fechada, pressionando a ponta e alargando a caixa. Um outro método é colocar as sapatilhas no assoalho e amassá-las (pisando diretamente na caixa) com o seu pé.
Dobre a sola no lugar onde ela se encaixa na forma do seu arco do pé. Isto deve ser feito quase no fim da sola - NÃO NO MEIO! Para fazê-la flexível, é às vezes necessário dobrá-la para a frente e para trás diversas vezes, até que se dobre facilmente. Não exagere, pois se amolecer demais ficará difícil fazer os exercícios.
Fonte: dançando na rede

Endurecendo as Sapatilhas

Aplique cera líquida (aquela de assoalho) na ponta com uma escova de dentes velha. Aplique somente na parte externa da sapatilha, e somente onde a dureza é desejada. Encha a caixa com jornal, e coloque as fitas dentro da sapatilha. Coloque-a em um forno frio e asse aos 250 graus por 3 minutos. Desligue o forno e deixe as sapatilhas lá dentro durante toda a noite.
Abra um espaço entre as palmilhas de reforço, espalhe a cola uniformemete para evitar protuberâncias na sola , deixe secar por 1 ou 2 dias , ou então até a sapatilha perder o cheiro da cola . Para algumas bailarinas este truque pode durar até três meses.
Vá até um sapateiro de confiança e peça para que ele encha sua sapatilha de "tachinhas" , peça para que ele distribua uniformemente e para que tenha cuidado para não machucar seu pé . Ele não deve lhe cobrar mais de R$ 5,00 , que já é um preço alto .
Este truque não é para remediar , e sim para prevenir , com este segredinho , suas sapatilhas demorarão mais para quebra…

Curiosidades

Antes de qualquer coisa o que significa repertório?     Repertório, do latim repertoriu, ‘inventário’, segundo o Aurélio, quer dizer, entre outras definições: conjunto das obras interpretadas por uma companhia teatral, por um ator, por uma orquestra, por um solista, etc.
    Em relação à Arte, mais do que sempre, repertório está ligado a perenidade, universalidade e atemporalidade. De uma forma ou de outra, mais próxima ou não da idéia que temos ‘a priori’ do que seja repertório, o certo é que, em relação à dança, a palavra está sempre associada a uma coleção de peças que reunidas a partir de determinados critérios formam o acervo de uma companhia. (Eliana Caminada, no cabeçalho de sua palestra no Condança). Curiosidades a respeito dos ballets de repertório : A Bela Adormecida
   Marcou o apogeu da Rússia dos Czares, além de ser o grande sucesso de Tchaikovsky em vida São características especiais da obra as variações muito ricas em técnica, especialmente a da Fada Lilás, que Petipa cons…

Entreterimeto/Dica - dicionario do ballet

Posições e Passos

-Demi-plié (pronuncia-se "demipliê"): Pode ser feito em todas as posições de pés. Os joelhos são flexionados até o máximo que a pessoa conseguir, desde que acompanhe a linha dos pés, sem tirar os calcanhares do chão. Serve para dar impulso aos saltos e a outros passos.

-Tendu (pronuncia-se "tandi"): Uma das pernas fica esticada à frente, ao lado ou atrás do corpo. As duas permanecem viradas para fora, e os ossos dos quadris ficam sempre em linha com os ombros

-Arabesque: Uma perna esticada atrás do corpo. A outra perna, pode estar esticada ou não. Os ombros e os quadris devem estar virados para frente.
Passé (pronuncia-se "passê")
O pé passa pela perna que está como apoio até chegar à altura do joelho. Forma a posição de um número "quatro” no ar. As duas pernas permanecem viradas para fora.

-Attitude (pronuncia-se "atitide"): Uma das pernas fica no ar, ligeiramente dobrada, e a outra fica como apoio. As pernas devem ficar…