Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2012

...

Ponta perfeita

Tem algo mais difícil do que projetar o calcanhar para fora e fazer a ponta perfeita?


Tem:


Projetar o calcanhar para fora e fazer a ponta perfeita enquanto faz um grand battement, com braços em posições corretas e quadril devidamente encaixado. 

Devemos sempre estar atentas aquela marca, para tentar projeta-la sempre para frente.

Sapatilhas de meia ponta

Sapatilha da Capézio:

Assim mesmo: rosinha, com uma tira elástica, de couro sintético e sola inteira (como no modelo na foto abaixo:)


[sapatilha Capézio de lona; sola dividida]


[sapatilha Capézio de couro ou lona; sola dividida]


[sapatilha antiaspirante D de Dança; sola dividida]

Retrato de bailarinas por Degas

Duas Bailarinas no Palco, 1874.
Bailarina em Frente da Janela, 1877.

A quinta posição e o sapinho

Foto de Jayane Marcia
Aquela posição desagradável de se fazer caso você tenha mais de 10 anos de idade, o sapinho

Queria saber de vocês, o que vocês fazem pra melhorar a quinta?

Dica: Cada um tem a sua própria quinta, seus limites, e temos que tomar muito cuidado para não danificar nosso joelho, forçando demais, ok? Pergunte sempre a opinião do seu professor.

Agora o blog tem um email!!!

Qualquer dúvida entra na pagina 
de contatos ou envie um email para blogballetclassico@yahoo.com.br

Arabesque

Posição na qual o peso do corpo é sustentado numa só perna enquanto a outra encontra-se esticada para trás, geralmente no ar (podendo, também, estar pousada no chão) e com os braços dispostos de maneira harmoniosa. 

Esta posição apresenta variações, tais como:
 o pé que sustenta o corpo pode estar totalmente apoiado no chão, na meia ponta, ou na ponta;a perna que sustenta a pose pode estar ou não flexionada;a posição do corpo pode estar alongada (allongée), ou inclinada (penchée); também os braços sofrem alterações, sendo eles que determinam as qualificações dos arabesques

Exercícios para a sapatilha de ponta

Uma pequena parte de como exercitar o pé com a sapatilha de ponta.
*Mesmo estando em outro idioma dá para enteder como se deve fazer.


Ballet, profissão curta, ensino longo

Quem assiste a um espetáculo de ballet clássico tem a nítida sensação de que as bailarinas não têm peso, tal a graça e a leveza das performances. Mas para gerar este efeito é preciso muito sacrifício e determinação, desde longos preparativos para decorar e ensaiar a coreografia até conseqüências diretas, como calejamento nos dedos dos pés, dores no corpo e, às vezes, até algumas lesões mais sérias.Convidamos Nathália Lisiê, bailarina de clássico, jazz e contemporâneo, a contar um pouco sobre os bastidores e facetas bem reais deste mundo delicado porém complexo que é o ballet clássico. Acompanhe."Dança é uma arte muito demorada para dar resultado, porque ela depende de nossa condição física. O ballet precisa de crianças. Sem dúvida, os bailarinos precisam começar ainda crianças, porque a dança tem que ser uma segunda natureza. Elas devem dançar como andam, respiram, como vivem, como falam, como dormem. Devem dançar naturalmente e isso só acontece quando a dança cresce junto com o …

Ballet Contemporâneo

O Ballet Contemporâneo é uma forma de dança influenciado tanto peloballet clássicoe pela dança moderna. Leva a técnica do ballet utilização do trabalho da sapatilha de ponta, embora permita uma maior gama de movimentos que não podem aderir as linhas estabelecidas pelas escolas de ballet clássico tradicional. Muitos de seus conceitos provêm das idéias e inovações do século 20: dança moderna. George Balanchine é frequentemente considerado como sendo o pioneiro do ballet contemporâneo, através do desenvolvimento do balé neoclássico. Um dançarino que dançou algum tempo para Balanchine foi Mikhail Baryshnikov, um bailarino de formação do Kirov Ballet. Após Baryshnikov ter sido nomeado como diretor artístico do American Ballet Theatre, em 1980, trabalhou com vários coreógrafos modernos, mais notavelmente Twyla Tharp. Tharp coreografou para ABT Baryshnikov e em 1976, em 1986, criou uma coreografia para a sua própria Cia. Ambas as peças foram consideradas inovadoras, pois juntou bailarinas danç…