Pular para o conteúdo principal

Alongamento



alongamento2
Quando você conhece melhor o seu corpo você terá mais capacidade de se desenvolver, se referindo a força, resistência, flexibilidade e temperamento. Ultimamente muitas pessoas estão descobrindo que o exercício físico faz um bem danado pra gente.
Os alongamentos são um passo importante entre a vida sedentária e uma vida ativa. Ajudam no vigor e na flexibilidade dos músculos evitam certas lesões. Os alongamentos tem muita importância para aqueles que correm, andam de bicicletas ou que fazem qualquer exercício desgastante.
Os exercícios de alongamento são fáceis, mas forem feitos de forma incorreta podem fazer mal ao invés de fazer bem. Não se esqueça!
Não tem necessidade de forçar seus limites, faça até onde você consegue se alongar. Feitos sob medida, conforme a sua flexibilidade, estrutura muscular e de acordo com os níveis de tensão.
O mais importante é você relaxar, reduzindo a tensão muscular os movimentos ficam mais soltos, sem um esforço concentrado no objetivo da total flexibilidade que acaba tento superestiramentos e lesões.
O alongamento não provoca lesões, suas sensações leves e revigorantes permitem a sintonia com os músculos.
É preciso que pratique devagar, principalmente no início, pois não há como entrar em plena forma no primeiro dia.
Todas as pessoas podem fazer alongamento, sem idade ou flexibilidade. Não precisa possuir habilidades atléticas ou estar no ponto máximo da condição física.
O alongamento reduz as tensões musculares dando a sensação de músculos relaxados. Traz muitos benefícios para a coordenação.
Previne as distensões musculares, um músculo alongado resiste as tensões. Facilita as atividades mais desgastantes e desenvolve a consciência corporal, libera os movimentos bloqueados causados por tensões emocionais.
Começar o dia se espreguiçando já é um bom começo! Vamos lá?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Brincadeiras para aula de Baby Class

Recursos Didáticos – Brincadeira é coisa séria! A brincadeira deve ser valorizada pois é através dela que se constrói os conceitos lógicos-matemáticos: quantidade, tamanho, distância, etc. A brincadeira diverte e educa através de jogos, dancinhas, concursos, grupinhos, histórias, etc.
1-Técnica Significa fazer bem feito o que aprendeu, libertando energia física e emocional. Deve ser considerada em último plano, pois é conseqüência do trabalho de base.Deve ser exigida somente a partir dos 9 anos mais ou menos.
2-Esquema corporal Ensinar as diferenças e a importância de cada parte do corpo, explicando que podemos mexer com os dedos sem mexer com as mãos etc. Ex: – as crianças sentadas no chão deverão mexer com cada parte de seu corpo independentemente, começando pelos dedos dos pés e ir subindo até tomar todo o corpo.
3-Ritmo/Musicalidade Cada criança tem um ritmo próprio que dever ser respeitado. O professor deve despertar a musicalidade utilizando a música durante as brincadeiras. Ex: – em roda…

Tenho 15 anos, posso começar o ballet nesta idade?

O ideal é começar mais nova porque o físico é mais fácil de ser trabalhado, mas em compensação com a sua idade a consciência corporal é muito melhor e você irá conseguir associar a técnica ao corpo mais rápido, principalmente se tiver certas facilidades como um bom pé, flexibilidade, força, boa memória e musicalidade. Ballet não é fácil e não é a idade que vai mudar isso, o importante é você fazer o que te realiza para que não se arrependa depois...se isso vai te fazer feliz, você enfrentará qualquer dificuldade com coragem e vai valorizar cada sacrifício necessário para ser uma boa bailarina...procure uma boa escola e a ajuda de um profissional para te orientar melhor...e espero que você consiga alcançar seus objetivos no ballet e na vida...!!!!

Abertura (Grand Ècart) ajuda

Abertura (Grand Ècart) ajuda
 Passo 1 • Comece pelo rebaixamento em uma perna. • Certifique se os joelhos estão na posição certa. • O quadril deve estar retinho, sem desencaixar. • Mantenha os ombros de frente e para cima, com as mãos no chão para o equilíbrio. • Delicadamente estique seu corpo para a frente, sentindo um alongamento agradável. • Mantenha o alongamento por 20 a 30 segundos, sem sair.Para aprender a fazer uma abertura frontal.
 Passo 2 • Com a perna da frente em linha reta, deixa o corpo cair com o peso por cima dela. • Mantenha os dedos apontados para frente, para trás os do pé no chão. • Use as mãos para apoiar. • Mantenha o alongamento por 20 a 30 segundos, sem sair.

  Passo 3  • Deite-se de costas, levantando uma perna para o ar.  • Segure a parte inferior elevada, com ambas as mãos.  • Mantendo sua perna ligeiramente flexionada, puxe a perna em direção a seu corpo  • Mantenha o alongamento por 20 a 30 segundos.

  Passo 4