Pular para o conteúdo principal

Ballet de repertório : Esmeralda


 Balé em três atos e cinco cenas
Coreografia: Jules Perrot
Música: Cesare Pugni
História: Jules Perrot
Estréia: 1844, no Teatro de Sua Majestade, em Londres.
Estamos no século XV, no Pátio dos Milagres, em Paris. Ao entardecer, os mendigos encontram-se numa algazarra geral, sob a presidência de Clopin. O poeta Pierre Gringoire é trazido à sua presença.
Os outros o revistam, e como só encontram um poema em seus bolsos, ficam irritados. Clopin condena Pierre à morte.
Dá-lhe, contudo, uma opção: se encontrar uma mulher que queira desposá-lo, será livre. Porém, ninguém se apresenta. Nesse momento, entra a cigana Esmeralda, que se compadece da situação de Pierre e
concorda em casar-se com ele.
Claude Frollo aproxima-se de Clopin e confessa seu amor por Esmeralda. O chefe concorda em ceder-lhe a cigana, e Claude declara-se a ela.
Claude chama Quasímodo, o sineiro da igreja de Notre Dame, para ajudá-lo a pegar Esmeralda.
Os dois se atiram sobre a cigana. Nesse momento, entra um policial com o capitão Phoebus à frente. Claude consegue fugir, mas Quasímodo é preso. Esmeralda e Phoebus trocam olhares, e a jovem lhe conta sua vida. Ela intercede pelo corcunda e consegue sua libertação, fugindo dos beijos e abraços do capitão e levando consigo sua faixa.
Esmeralda entra em seu pequeno quarto, pobremente mobiliado, segurando a faixa de Phoebus. Com o olhar perdido, forma o nome do capitão com umas letras na mesa.
Entra Pierre Gringoire, o poeta, julgando que aquele abandono da cigana signifique amor por ele. Tenta agarrá-la mas ela se livra, apanha um punhal e o ameaça, dizendo que só o desposou por piedade.
Pierre sai, decepcionado. Aparece Claude, com Quasímodo. Ele declara seu amor a Esmeralda, mas logo vê o nome de Phoebus na mesa. A jovem foge. Claude sai atrás dela, mas cruza com Pierre e tenta apunhalá-lo.
É detido por Quasímodo, que jura vingar-se de Phoebus. No jardim da mansão de Gondelaurier, são feitos os preparativos para o casamento de Fleur de Lys e Phoebus.
Entra o noivo, que beija, indiferente, sua mão. O capitão demonstra seu sentimento, o que enfurece a noiva, principalmente depois que ela vê a faixa de Phoebus com a cigana. Fleur de Lys arrebata a faixa de Esmeralda, mas cai no chão desmaiada.
Enquanto é levada para casa, o poeta protege a saída de Esmeralda. Phoebus os segue.
É noite. Em um aposento de uma taberna, com uma janela que dá para o rio, entra o chefe Clopin, seguido por Claude, com um archote na mão para iluminar o caminho. Clopin indica um esconderijo e Claude entra ali com um punhal.
Tempos depois chegam Phoebus e Esmeralda. O capitão pergunta à jovem como é que ela pode amar dois homens ao mesmo tempo. Tomando uma pluma e soprando-a, ela responde que seu amor é como uma pluma ao vento.
Com ciúmes, Claude salta sobre os dois com o punhal na mão. Phoebus puxa Esmeralda para um quarto. Ouve-se um tiro e a queda de um corpo. Claude sai correndo e salta pela janela. Esmeralda desmaia.
Clopin invade o recinto, seguido por outras pessoas e acusa Esmeralda de assassinato.
A cigana é presa, apesar de seus protestos. Segurando uma rosa, ela dança como em um sonho.
Aos poucos, tudo vai se acabando. O espectro da rosa sai pela janela, a moça acorda, percebe que tudo não passou realmente de um sonho.

Comentários

  1. amei o blog so ki preciso de uma maquiagem para o ballet esmeralda pra hj me ajuda ????

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Brincadeiras para aula de Baby Class

Recursos Didáticos – Brincadeira é coisa séria! A brincadeira deve ser valorizada pois é através dela que se constrói os conceitos lógicos-matemáticos: quantidade, tamanho, distância, etc. A brincadeira diverte e educa através de jogos, dancinhas, concursos, grupinhos, histórias, etc.
1-Técnica Significa fazer bem feito o que aprendeu, libertando energia física e emocional. Deve ser considerada em último plano, pois é conseqüência do trabalho de base.Deve ser exigida somente a partir dos 9 anos mais ou menos.
2-Esquema corporal Ensinar as diferenças e a importância de cada parte do corpo, explicando que podemos mexer com os dedos sem mexer com as mãos etc. Ex: – as crianças sentadas no chão deverão mexer com cada parte de seu corpo independentemente, começando pelos dedos dos pés e ir subindo até tomar todo o corpo.
3-Ritmo/Musicalidade Cada criança tem um ritmo próprio que dever ser respeitado. O professor deve despertar a musicalidade utilizando a música durante as brincadeiras. Ex: – em roda…

Tenho 15 anos, posso começar o ballet nesta idade?

O ideal é começar mais nova porque o físico é mais fácil de ser trabalhado, mas em compensação com a sua idade a consciência corporal é muito melhor e você irá conseguir associar a técnica ao corpo mais rápido, principalmente se tiver certas facilidades como um bom pé, flexibilidade, força, boa memória e musicalidade. Ballet não é fácil e não é a idade que vai mudar isso, o importante é você fazer o que te realiza para que não se arrependa depois...se isso vai te fazer feliz, você enfrentará qualquer dificuldade com coragem e vai valorizar cada sacrifício necessário para ser uma boa bailarina...procure uma boa escola e a ajuda de um profissional para te orientar melhor...e espero que você consiga alcançar seus objetivos no ballet e na vida...!!!!

Quebrando a sapatilha de ponta

Você já deve ter ouvido falar que as bailarinas precisam quebrar suas sapatilhas pra poder dançar com elas, né? Mas afinal, por que quebrá-la? Quebrar uma sapatilha (nova) vai deixá-la mais confortável e mais fácil de subir. Quando uma bailarina quebra sua sapatilha, ela está, na verdade, moldando-a pra que fique no formato de seus pés. Lembrando que tudo começa com um par de sapatilhas que foram escolhidas especificamente e unicamente pro uso de uma bailarina. Na ora de comprar e fazer seu fitting, dê preferência a quem entende e tem experiência no ramo, pois se você começa com um número errado, pra acertar depois fica difícil. E se você já comprou a sua então aqui vão algumas dicas pra te ajudar a quebrá-las e amaciá-las! Amacie a box. Massageie gentilmente as laterais, pressionado pra baixo, como se você quisesse amassá-la. Use as mãos, hein? Seu pé pode danificar a box! Algumas bailarinas amaciam a box ficando em cima dela ou batendo com um martelo ou imprensando na porta. Esse proced…