Pular para o conteúdo principal

Tutu de Ballet- Dicas

Tutu de ballet- conteúdo retirado do site Dicas de Dança!
O que é um tutu?
Um tutu de ballet é uma saia usada como uma fantasia em um espetáculo de balé, muitas vezes com corpete em anexo. Pode consistir de uma única camada, pendurado para baixo, ou de múltiplas camadas engomadas. Tutus são muitas saias envolventes, preso na cintura por fitas costuradas. Podem também ser anexados aos colants, esses geralmente são longos e armados.
Existem vários tipos de tutu de ballet:Tutu Clássico (panqueca)
Uma saia curta e rígida, feita com camadas de pano que se estende para fora do quadril, montada em um corpete. O estilo panqueca tem muitas camadas de tule e usa um arco de arame para manter as camadas planas e duras.Tutu Clássico (sino)
Uma saia curta e rígida, feita com camadas de pano com uma ligeira forma de sino montada num corpete. Ele se estende para o exterior a partir dos quadris e não usa o arame. Geralmente, é mais usado do que o tutu clássico panqueca.Tutu Romântico
Um tutu formato sino de ¾ de comprimento em forma de saia de tule montado num corpete e, por vezes, usam mangas, disse ter sido inventado, ou pelo menos popularizado, por Marie Taglioni. O tutu romântico salienta a leveza e a qualidade etérea dos ballets românticos, como Giselle ou Les Sylphides. A saia cai entre o joelho e o tornozelo.Tutu Balanchine / Karinska
Essa forma de tutu é similar aos estilos sino e tutu panqueca, exceto que não são utilizados aros e há menos camadas de pano. A saia é levemente pregada para dar uma aparência mais suave, mais cheia.
Este estilo foi concebido originalmente para a versão do balé da Sinfônica de Georges Bizet.

Como guardar e conservar seu tutu?
Enquanto tutus românticos e saias são geralmente transportados em sacos de roupa normal, o tutu clássico panqueca; requer uma bolsa especial para proteção durante o transporte. Se você dobrar seu tutu, seria realmente arruinar com a sua forma e aparência.

Comentários

  1. Oi amei seu blog
    tenho o uma duvida preciso fazer um tutu e ñ sei qual filo usa vc pode me ajuda ?
    meu E mail lisoete@hotmail.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Brincadeiras para aula de Baby Class

Recursos Didáticos – Brincadeira é coisa séria! A brincadeira deve ser valorizada pois é através dela que se constrói os conceitos lógicos-matemáticos: quantidade, tamanho, distância, etc. A brincadeira diverte e educa através de jogos, dancinhas, concursos, grupinhos, histórias, etc.
1-Técnica Significa fazer bem feito o que aprendeu, libertando energia física e emocional. Deve ser considerada em último plano, pois é conseqüência do trabalho de base.Deve ser exigida somente a partir dos 9 anos mais ou menos.
2-Esquema corporal Ensinar as diferenças e a importância de cada parte do corpo, explicando que podemos mexer com os dedos sem mexer com as mãos etc. Ex: – as crianças sentadas no chão deverão mexer com cada parte de seu corpo independentemente, começando pelos dedos dos pés e ir subindo até tomar todo o corpo.
3-Ritmo/Musicalidade Cada criança tem um ritmo próprio que dever ser respeitado. O professor deve despertar a musicalidade utilizando a música durante as brincadeiras. Ex: – em roda…

Tenho 15 anos, posso começar o ballet nesta idade?

O ideal é começar mais nova porque o físico é mais fácil de ser trabalhado, mas em compensação com a sua idade a consciência corporal é muito melhor e você irá conseguir associar a técnica ao corpo mais rápido, principalmente se tiver certas facilidades como um bom pé, flexibilidade, força, boa memória e musicalidade. Ballet não é fácil e não é a idade que vai mudar isso, o importante é você fazer o que te realiza para que não se arrependa depois...se isso vai te fazer feliz, você enfrentará qualquer dificuldade com coragem e vai valorizar cada sacrifício necessário para ser uma boa bailarina...procure uma boa escola e a ajuda de um profissional para te orientar melhor...e espero que você consiga alcançar seus objetivos no ballet e na vida...!!!!

Quebrando a sapatilha de ponta

Você já deve ter ouvido falar que as bailarinas precisam quebrar suas sapatilhas pra poder dançar com elas, né? Mas afinal, por que quebrá-la? Quebrar uma sapatilha (nova) vai deixá-la mais confortável e mais fácil de subir. Quando uma bailarina quebra sua sapatilha, ela está, na verdade, moldando-a pra que fique no formato de seus pés. Lembrando que tudo começa com um par de sapatilhas que foram escolhidas especificamente e unicamente pro uso de uma bailarina. Na ora de comprar e fazer seu fitting, dê preferência a quem entende e tem experiência no ramo, pois se você começa com um número errado, pra acertar depois fica difícil. E se você já comprou a sua então aqui vão algumas dicas pra te ajudar a quebrá-las e amaciá-las! Amacie a box. Massageie gentilmente as laterais, pressionado pra baixo, como se você quisesse amassá-la. Use as mãos, hein? Seu pé pode danificar a box! Algumas bailarinas amaciam a box ficando em cima dela ou batendo com um martelo ou imprensando na porta. Esse proced…